a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Ex jogador da AA Coimbra ...

Segunda-feira , Jul 22 2019
108

Sergi Ortiz reforça o ...

Segunda-feira , Jul 22 2019
216

HC Santa Cruz apresenta ...

Segunda-feira , Jul 22 2019
169

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57007

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
24981

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
19927

Resumo 1.ª Div. 8.ª Jor: ...

Sexta-feira , Dez 15 2017
653

João Gomes (RAHC): ...

Quinta-feira , Abr 20 2017
1368

Suíça vence Andorra e ...

Sábado , Ago 30 2014
2178

interioresinteriores

804476 967558226623221 1138602558 n

Estivemos à conversa com o jogador João Paulo Monteiro Marques que nesta época se encontra a competir pela AA Espinho no escalão sénior. João Paulo falou-nos da época que agora começou, dos seus objetivos no hóquei e das suas vivências na modalidade.

Plurisports (PLR): Como está a correr até agora a temporada?

João Marques (JM): Até agora a época está a correr dentro das espectativas, vencemos alguns torneios de pré-época e nos que não vencemos tivemos boas prestações, com equipas de grande nível a jogar na primeira divisão Portuguesa e na OK Liga como o nosso torneio em Espinho onde só com uma semana de trabalho conseguimos uma boa prestação, em que o resultado ficou desnivelado frente ao poderoso FC Porto apenas nos últimos 8 minutos, lógico que a pré-época vale o que vale. No Campeonato, e aqui sim a prova mais importante até agora, entramos com o pé direito tendo conseguido o pleno nos 3 jogos já disputados e assim queremos continuar.

PLR: Quais os objetivos para esta época 2015/16?

JM: Os objetivos são claros, queremos subir de divisão. A Académica é um clube de 1ª e com bons vícios de vitória e tradição, não tem conseguido estar lá nos últimos anos, por isso, está na altura! Todos temos a mesma vontade, desde o funcionário de limpezas ao Presidente, e vamos fazer tudo o que está ao nosso alcance para conseguir. Na taça de Portugal, a nível individual gostava de ir um pouco mais longe, pois nos últimos dois anos morri na praia (quartos de final) a uma vitória da final 4 e sempre com equipas de 1ªa divisão.

PLR: Que ainda esperas conquistar ao longo da tua carreira?

JM: Ao longo da minha carreira espero conquistar muitas alegrias, como qualquer outro jogador, mas, neste momento prefiro falar a curto prazo, e a minha maior alegria será por a Académica onde merece estar! Já este ano!

PLR: Como foi o teu percurso até agora? Quais as melhores recordações?

JM: O meu percurso até agora tem sido muito regular, quer na formação quer nos seniores, apenas tenho a mágoa de não ter tido mais oportunidades nos seniores da ACR Gulpilhares isto nos bons velhos tempos, pois, depois de ter ganho campeonatos nacionais pelo clube na formação, ter sido internacional jovem enquanto jogador do mesmo clube e ter feito todos os escalões de formação sempre em todas as final-four e sempre a disputar o titulo de campeão, quando subi a sénior durante 4 épocas, foram poucas as vezes que era chamado ao ringue, e quando acontecia, corria sempre bem, mas teimavam a não apostar em mim, e tive a decisão da minha vida, decidi sair para me sentir mais realizado e poder jogar mais, encontrei estabilidade desportiva e emocional em Paços de Ferreira (Juventude Pacense), um bom clube e com gente boa onde os objectivos foram sempre concretizados, numa fase inicial era não descer de divisão e nos últimos anos era para lutar pelos lugares cimeiros. Tive a felicidade também mesmo sendo Defesa de posição de ter estado sempre no TOP 3 de melhores marcadores tendo mesmo na época 2013-2014 ter sido o melhor marcador da 2ª divisão com 72 golos (a 12 golos do segundo), mais 8 na taça tendo ficado em 5º lugar no campeonato, um feito inédito no clube face ao orçamento. 
As melhores recordações são mesmo os grandes palcos, Titulo nacional de juniores e a presença no Campeonato da Europa onde fomos vice-campeões, tendo apenas perdido a final com a nossa rival Espanha por 1-0, entre outros.

PLR: Há quanto tempo jogas hóquei? Como e onde começaste a jogar?

JM: Comecei a jogar apenas com 9 anos, o meu Pai era bombeiro voluntário nos Carvalhos e falou-me na modalidade pois o pavilhão é ao lado e surgiu interesse, mas ao fim de meia dúzia de treinos de iniciação por uma questão de logística de transporte mudei-me para Gulpilhares onde entrei logo nos Infantis B, e segui todos os escalões de formação do clube até aos 23anos.

PLR: Qual a competição que mais gostaste de participar?

JM: A competição que mais gostei de participarfoi sem dúvida o Europeu, era uma experiencia que não havia todos os anos, pois as fases finais dos nacionais e as final-four já eram rotina disputar.

PLR: Há algum jogo que guardes na tua memória? O que podes dizer sobre isso?

JM: O jogo que guardo na memória assim num passado mais recente até foi na fase final da época passada quando me lesionei com gravidade no ombro (luxação clavícula) a 5 jornadas do fim onde estávamos apenas a 3 pontos do líder que era o HÁ Cambra. O HC Braga que acabou por subir de divisão estava atras de nós e subiu, esse jogo estávamos a vencer e acabamos por perder, sinto que a equipa ficou um pouco apavorada e abalada com a gravidade da lesão…não pude dar mais o meu contributo à equipa até ao final do campeonato, e acabamos por ir descendo na tabela classificativa, isso custou-me muito, pois querer ajudar e não puder, foi mau, muito mau.

PLR: O que mais te fascina no hóquei?

JM: O que mais me fascina no Hóquei é a impressibilidade do resultado, a velocidade, a adrenalina e a coordenação necessária.

PLR: Quais são as tuas expectativas para o futuro?

JM: As minhas expectativas para o futuro a curto prazo são SÓ, subir de divisão.

PLR: O que te falta ainda conseguir? Quais os teus sonhos?

JM: Falta-me conseguir a tão desejada subida de divisão, quero estar no grande palco, já lá estive 4 anos, mas, estou com saudades. Gostava de chegar as competições europeias de clubes, esse é o segundo objetivo.

Ana Filipa Ribeiro

Foto gentilmente cedida pelo jogador

workshops para rodapé Noticias ExtensãodeCabelo