10952407 813738352005643 4430323708960939153 n

Camilo Ribeiro, atualmente jogador do CART, com apenas 19 anos já conta com 16 anos de carreira na modalidade. O jogador fez a sua formação no FAC e há quase 1 ano atrás foi convidado a ir para o CART. À conversa com o jovem jogador a sua paixão pelo hóquei é patente no seu olhar quando fala sobre o assunto.

Plurisports (PLR): Há quanto tempo jogas hóquei?
Camilo Ribeiro (CR):Eu jogo hóquei desde os 3 anos. Já disputo a bola há 16 anos.

PLR: Qual é a tua posição no hóquei?
CR: Costumo a jogar mais como avançado mas também jogo a defensivo.

PLR: Em que clubes é que já jogaste?
CR: Iniciei a minha formação no FAC (Famalicense Atlético Clube) e mantive-me no clube até há bem pouco tempo. No ínicio da época recebi uma proposta para o CART e decidi aceitar. Desta forma conheço a dinâmica de outras equipas o que faz com que, como jogador, evolua não só a nível desportivo mas também a nível pessoal.

PLR: Quais as competições que já participaste?
CR: Já participei em várias a nível regional como nacional. No regional estive em competição no Campeonato Regional e na Taça do Minho e no nacional estive no Campeonato Nacional de Infantis e Juvenis.

PLR: Qual foi a sensação de jogares num Campeonato Nacional?
CR: Foi uma sensação espectacular. Desfrutei de cada momento do campeonato. Sempre quis jogar com grandes equipas e quando entramos no campeonato vi o meu sonho concretizado. É um campeonato muito diferente do campeonato regional, as equipas têm outra dinâmica de jogo e outro tipo de estratégias. Adorei!

PLR:De onde vem a tua paixão pelo hóquei?
CR: Vem da minha paixão pelo desporto. Desde cedo que o desporto faz parte da minha vida e não sei se conseguiria fazer a minha rotina sem ele. O hóquei é onde me sinto bem e realizado.

PLR: Quando se é “pequenino” queremos mil e uma profissões. Queres fazer do hóquei a tua profissão?
CR: É um desporto complicado para se poder fazer carreira exclusiva. Continuarei sempre a praticar e a entrar nas competições mas terei uma profissão em paralelo.

PLR: O que te fascina no hóquei?
CR: Fascina-me a rapidez do desporto, a dificuldade em praticar a modalidade e principalmente a adrenalina que sinto dentro de campo.

PLR: Trocavas o hóquei por outra modalidade?
CR: Não, não trocava. O hóquei é uma grande paixão e praticá-lo faz-me sentir concretizado.

Sponsored by:

workshops para rodapé Noticias AutoManicura