a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Seleção Nacional ...

Domingo , Jun 16 2019
1

3.ª D- liguilha de ...

Domingo , Jun 16 2019
8

Adriana Costa vai ...

Domingo , Jun 16 2019
78

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
56847

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
24826

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
19810

Meninas do Benfica ...

Domingo , Out 05 2014
2801

Gonçalo Alves: "Acredito ...

Quinta-feira , Jul 07 2016
991

1.ª Divisão está de ...

Quarta-feira , Set 28 2016
1408

interioresinteriores

Almeidinha
Estivemos à conversa com João Almeida, também ele um símbolo da formação do FC Porto, que desde muito jovem se juntou aos dragões, e que tem a particularidade de ter dois irmãos gémeos, também jogadores de hóquei. João Almeida, que já ganhou quase tudo quanto haveria para ganhar na formação, falta-lhe ainda um Campeonato do Mundo Sub20.

Plurisports (PLR): Quais foram os segredos para a conquista do Campeonato Europeu Sub20?
João Almeida (JA); Na minha opinião, os principais segredos foram o espírito de equipa, a união entre todo o grupo, a humildade demonstrada em toda a nossa caminhada e o fantástico apoio vindo das bancadas, que nos catapultou para melhores exibições.

PLR: Como foi para ti ser Campeão Europeu em Valongo, que é uma terra de hóquei e num pavilhão cheio de gente a torcer por vocês?
JA: Ganhar em Portugal tem sempre um sabor especial. Sem dúvida alguma, o público foi uma peça fundamental para esta conquista e todos sabemos que Valongo é uma terra que respira hóquei e isso ficou também comprovado neste europeu.

PLR: Qual o sentimento de ser Campeão Europeu Sub20?
JA: Ser Campeão Europeu é um sentimento único e acaba por ser o culminar de todos estes anos de empenho, que deram os seus frutos.

PLR: Qual a partida mais difícil até chegar à final? Em algum momento pensaste que poderiam não conseguir lá chegar?
JA: Todos os jogos foram difíceis, uns mais que outros, embora uma final contra a Espanha, nosso maior rival é sempre uma partida que pode cair para qualquer lado, por isso na minha opinião foi a mais difícil. Obviamente também por ser uma final mas com muita dedicação, sacrifício, união e humildade, sabíamos que íamos conseguir e assim foi, o que nos deixou a todos muito satisfeitos.

PLR: Qual foi para ti o ponto-chave da vitória na final, frente à Espanha?
JA: Como disse na pergunta anterior a dedicação, a união da equipa e a humildade foram fundamentais.

PLR: Que mensagem gostarias de deixar a todos aqueles que estão ligados ao hóquei?
JA: Que acima de tudo se divirtam a fazer aquilo que mais gostam, trabalhem sempre no limite e que lutem sempre pelos seus sonhos...

PLR: O que esperas num futuro próximo?
JA: O futuro só a deus pertence, penso sim em trabalhar cada vez mais para atingir os meus objetivos pessoais e coletivos ao serviço do clube.

Foto: Marzia Cattini