a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

A Federação de Espanha ...

Terça-feira , Set 17 2019
11

AA Espinho vence a 30.ª ...

Terça-feira , Set 17 2019
77

SC Tomar vence na ...

Segunda-feira , Set 16 2019
462

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57270

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25230

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20145

Portugal e Espanha ...

Terça-feira , Jun 26 2018
396

Sporting CP recebe o CS ...

Sexta-feira , Nov 28 2014
1630

Pedro Favinha (Murches) ...

Quinta-feira , Nov 24 2016
925

interioresinteriores

LuisMelo
Luís Melo, foi o autor do 2.º golo na final do Campeonato Europeu Sub20 em Valongo, confirmando a reviravolta no marcador, depois de termos estado a perder frente à Espanha. No final, era também um jovem feliz, contagiado pela alegria dos colegas, depois de conquistarem o Campeonato Europeu Sub20.

Plurisports (PLR): Quais foram os segredos desta grande vitória?
Luís Melo (LM): A meu ver, o grande segredo para o sucesso esteve no facto de sermos uma seleção muito unida, com um espirito de equipa incrível. Sabíamos que tínhamos o melhor recurso para alcançar a vitória que era uma vontade inigualável de vencer.

PLR: Como foi para ti ser Campeão Europeu em Valongo, que é uma terra de hóquei e num pavilhão cheio de gente a torcer por vocês?
LM: Como é óbvio para mim tem um sabor muito especial ser campeão da Europa em Valongo, na minha “casa”, junto das pessoas que trabalham comigo durante o ano, e com aquele público, que, felizmente já conhecia. É sem duvida o melhor pavilhão para jogar hóquei, uma cidade onde a nossa modalidade é amada como em nenhum outro lado. Se conquistar um campeonato da Europa é algo tão especial, então na minha “casa” é algo completamente inesquecível.

PLR: Qual o sentimento de ser Campeão Europeu Sub20?
LM: Ser Campeão Europeu é algo que já mais esquecerei, ainda para mais em Portugal, foi o meu primeiro Titulo internacional, e como é óbvio foi muito emocionante!

PLR: Qual a partida mais difícil até chegar à final? Em algum momento pensaste que poderiam não conseguir lá chegar?
LM: Num europeu não há jogos fáceis, acho que o jogo contra a Itália foi o mais difícil no percurso ate à final, porque eram candidatos ao título. Acabamos por empatar, mas nunca nos tornamos inseguros, sabíamos que tínhamos trabalhado muito para o europeu, e que tínhamos trabalhado melhor que os outros, como ficou provado na final.

PLR: Qual foi para ti o ponto-chave da vitória na final, frente à Espanha?
LM: Acho que o ponto-chave no jogo da Espanha foi a nossa capacidade de manter a calma no momento em que passamos a estar em desvantagem no marcador. Fomos sempre muito racionais, acabamos por empatar e virar o jogo muito perto do intervalo o que nos permitiu ajustar os planos para o segundo tempo. Ao abrir a segunda parte com uma Espanha muito mais atrevida acabamos por matar o jogo, no 3-1.

PLR: Que mensagem gostarias de deixar a todos aqueles que vos apoiaram durante o Campeonato Europeu?
LM: Queria agradecer de uma forma muito sincera a todos aqueles que nos apoiaram durante todo o campeonato, inclusive ate durante a preparação do mesmo. Este título também é vosso, pois com o vosso apoio tudo corre melhor.

PLR: O que esperas num futuro próximo?
LM: Para o futuro resta-me continuar a trabalhar arduamente, agora no meu clube, continuar a vencer como temos vindo a fazer, num trabalho que envolve muita gente. Ambiciono chegar ao plantel principal num futuro próximo, com muito trabalho e uma vontade enorme de vencer.

Foto: Marzia Cattini