a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Alejandro Dominguez – “ ...

Terça-feira , Ago 20 2019
65

Juventude Ouriense quase ...

Terça-feira , Ago 20 2019
100

SL Benfica abriu ...

Terça-feira , Ago 20 2019
147

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57126

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25060

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20024

Sorteio III Divisão - ...

Quarta-feira , Ago 24 2016
1530

Taça Cers - OC Barcelos ...

Sábado , Mar 07 2015
1612

Nuno Costa (CRPF ...

Sexta-feira , Mai 12 2017
1251

interioresinteriores

SCBeiraMArJogo2

Estivemos à conversa com Carlos Pinho, que será o treinador da recém-formada equipa do SC Beira-Mar, que disputará o Campeonato Nacional da 3.ª Divisão – Zona Centro. Depois da estreia com um empate fora de portas, frente à Juventude Ouriense, o clube de Aveiro receberá na próxima jornada o Vila Boa do Bispo, esperando conseguir a sua primeira vitória no campeonato. Depois de muitos anos ligado ao hóquei em patins, nomeadamente enquanto jogador, iniciou a carreira de treinador, como treinador/jogador da Escola Livre, já nos meses finais de uma época, em que foi necessário assumir a equipa. Só três anos mais tarde voltou a treinar, tendo passado 4 temporadas na formação da UD Oliveirense, seguindo-se a equipa sénior da Escola Livre, Bomsucesso, AD Sanjoanense Sub17 e finalmente o SC Beira-mar, nesta temporada 2014/15.

Plurisports (PLR): Como surgiu o convite para treinar o SC Beira-Mar?
Carlos Pinhto (CP): O convite surgiu através do Sr. Paulo Boia, que é uma das pessoas que esta a frente deste projeto e me convidou para treinar a equipa do Beira-Mar. Como sempre gostei desta função de treinador, naturalmente acabei por aceitar o convite.

PLR: Aceitou logo de imediato, ou havia outras propostas a considerar?
CP: Na altura em que me foi formulado o convite, é verdade que existiam outras propostas, nomeadamente para treinador camadas jovens, mas este desafio, muito mais difícil e aliciante, acabou por me cativar e decidi aceitar.

PLR: Quais são os objetivos do SC Beira-Mar para esta temporada?
CP: O SC Beira-Mar, como todos os clubes, querem ganhar todos os jogos, mas temos a consciência das dificuldades que vamos ter esta época e sabemos que isso não vai acontecer sempre, mas também temos a esperança que ano de partida para o futuro de um Beira-Mar/hóquei, com um projeto promissor e que se possa desenvolver rapidamente nos próximos anos.

PLR: O plantel que tem à sua disposição está fechado? Quantos jogadores tem à sua disposição? Tem o plantel completo?
CP: Atualmente o plantel tem 11 jogadores de campo e dois guarda-redes, mas nunca podemos dar essa garantia, pois amanhã pode surgiu uma ou outra oportunidade de uma mais valia para a equipa e ai teremos que parar e analisar a situação em questão.

PLR: Este projeto será sustentado por futuras contratações de jogadores, ou procurará integrar os jovens que saem do FC Bom-sucesso e CENAP?
CP: Neste momento, este é um projeto que começa de raís e não podemos adivinhar o futuro. Obviamente que um dos objetivos seria criar algo que estava em falta na cidade de Aveiro, nomeadamente uma equipa de competição sénior, que colmatasse o que está em falta nos 2 clubes de formação que existem na cidade (CENAP e FC Bomsucesso), porém também temos a noção que isso poderá não ser suficiente, pois existem também outros clubes de formação aos quais iremos estar atentos, assim como a Universidade de Aveiro, acaba indiretamente por também ser um polo a ter em conta, no que diz respeito a jogadores com qualidade, que para lá venham estudar.

PLR: Quais foram as maiores dificuldades encontradas até ao momento?
CP: Além de tudo ser novo e estar a começar de raiz, existem sempre algumas dificuldades, nomeadamente no que diz respeito ao tempo de treino, pois apenas treinamos 2h30 por semana e obviamente não são suficientes. Ainda assim temos que lutar com aquilo que nos dão e tentaremos aproveitar ao máximo essas horas, gentilmente cedidas pelo CENAP.

PLR: Que mensagem deixa para os sócios/simpatizantes do Beira-Mar e adeptos do hóquei em geral?
CP: A grande mensagem que posso deixar é deixar um apelo a todas as pessoas de Aveiro, que voltem ao hóquei, que nos apoiem, que ajudem os diretores e os atletas que estão a fazer um grande esforço para andar com este projeto para a frente e que sempre que lhes seja possível, compareçam para vir apoiar a equipa nos jogos que serão no pavilhão do CENAP, aos domingos, pois todos nós precisamos do vosso apoio...